A alma de sua prancha

  • -

A alma de sua prancha

O Caldeirão e a Bolha

Convidado para se tornar membro do grupo criado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE SHAPERS no facebook, com o objetivo de promover a integração entre shapers de todo o mundo,  Derek Hynd, um dos maiores gurus do surf moderno, que lidera praticamente sozinho uma revolução em design, há mais de uma década levando ao mundo a proposta do surf em pranchas sem quilhas, nos enviou a seguinte resposta:

“Olá Henry, não acho que eu possa contribuir muito pelo motivo de me encontrar em um projeto distintamente solo de 11 anos. É bom estar longe da multidão. Tudo o que posso dizer como inspiração para a sua tripulação é considerar o período 1968-1974 como o caldeirão. Foi um momento em que muito poucos modelos foram além de 6 meses antes de serem radicalmente alterados. Assim, os surfistas desenvolveram tantos estilos diferentes. Isso está em grande contraste com a geração da Thruster, quando tanto foi colocado em uma bolha. Tudo de bom para vocês.”

O aussie Peter Towsend, primeiro campeão mundial do surf profissional, retrata bem essa época através de suas próprias lembranças no recente post em seu face:

“Eu penso que uma das coisas mais interessantes sobre os anos setenta e minha geração, é que muitos de nós estávamos projetando e shapeando nossas próprias pranchas e tínhamos teorias diferentes a respeito de como deveriam ser as pranchas e de que forma queríamos surfar as ondas. Em meados dos anos setenta, eu tinha duas idéias diferentes, uma para quando as ondas eram boas ( prancha com uma única quilha) e outra para quando as ondas eram menores (minha primeira fish tinha uma rabeta verdadeiramente larga com três quilhas)… Steve Core capturou isso em seu último filme “Ocean Rhythms “visto aqui >>> https://youtu.be/fXF1_umedzs

Mark Richards, inventor da Twin Fins  e simon anderson E A BOLHA

A ALMA DA PRANCHA

 

 

quem sabe não está na hora de uma nova revolução no mundo das pranchas? e com certeza, a maior referencia que podemos ter ainda nos dias de hoje, continua a ser a era do caldeirão e suas grandes inovações

pessoas como Derek Hynd, que ousam pensar diferente, são parte fundamental neste processo…

 

Você sabe o que acontece nos bastidores do mundo do surfe hoje em dia ?

Vou contar….

Você garimpa um atleta, um novo talento, mesmo com poucas condições, oferece a ele uma prancha com o material top, a experiência, o conhecimento e até mesmo arriscando comprometer o orçamento de uma pequena fábrica e fazendo uma aposta muito alta em um trabalho de equipe….

Os resultados começam a aparecer e consequentemente a fama…

Em alguns momentos dessa fama e deslumbre, é esquecido como tudo começou, do trabalho em conjunto, no tempo que chegaram pra afinar e ajustar todo o equipamento, então depois de algumas vitórias, vendo amigos e colegas do circuito com pranchas gringas, tudo é jogado fora, todo aquele trabalho feito não vale mais de nada, porque a prancha é nacional, os amigos, colegas e adversários de circuito só usam pranchas gringas…

A mídia e o marketing é dos gringos…
O status…
O ego…

Hoje quando você propõe uma parceria com algum atleta, ele não sabe se aceita por já estar seduzido em usar uma marca gringa, até mesmo feita no Brasil, mas de seda gringa…


  • -

MESTRE LELOT NA HARDCORE

Confira Matéria Especial a respeito dos cursos ministrados pelo Mestre Lelot, na última edição da Revista HARDCORE – Novembro/2017:

CAPA HARDCORE - HENRY LELOT


IMG-20171122-WA0061


 


  • -

A ALMA DE SUA PRANCHA

Onde fica a Alma da Prancha?


Com certeza não fica nas engrenagens de uma máquina de usinagem, nem nas mãos de um back shaper. Mas afinal, onde ficaria a alma de uma prancha? a resposta é simples: onde o shaper que a projetou estiver, ali estará a alma de sua prancha… Mas não qualquer shaper, eu falo do shaper verdadeiro, o shaper de alma, aquele que não é movido pelo dinheiro, que ama o que faz e faz o que ama… 

Com a chegada da máquina, uma nova geração de shapers resolveu aprender a fazer pranchas, e estão no mercado aprendendo a cada dia, fazendo pranchas como hobbie, boa parte não sabe ao menos fazer uma prancha na mão. Existe uma outra linhagem de shapers, os chamados “hand shapers”, que nunca usaram máquinas, ou preferem não usar… Cada shaper, seja iniciante ou mais experiente, vem trilhando um caminho individual em sua evolução como shaper, mas suas opções estão certas ou erradas? representam o futuro ou o passado, em relação ao mundo das pranchas? 


3


Shape x Design


Atualmente, os fornecedores de insumos (revendedores de matéria-prima, fabricantes de blocos e proprietários de máquinas) vem oferecendo cada vez mais facilidades para o shaper, na busca pela preferencia dos clientes, mas trata-se de uma faca de dois gumes… o verdadeiro shaper precisa manter a sua identidade, ser shaper sem deixar de continuar a ser o designer, ou melhor, a alma de suas pranchas… precisa ter uma participação sempre ativa, mesmo usando máquina, elaborando ele mesmo cada projeto, conjugar sua experiencia sempre com as mais avançadas tecnologias disponíveis, buscar se aprimorar cada vez mais, trabalhar com maior numero de medidas, maior minucia, detalhar mais o seu trabalho.

A verdade é que a arte de se fazer pranchas está a caminho de se tornar cada vez mais uma refinada técnica profissional, em que a tecnologia não pode ser desprezada…

Já não é segredo que as maquinas não entregam as dimensões projetadas com a confiabilidade necessária, logo, se o próprio shaper se reduzir a fornecer apenas as medidas básicas para o fornecedor, receber o pré-shape e apenas alisar sem conferir minuciosamente as medidas, questiono então, onde fica o “designer”, que projeta e executa cada prancha minuciosamente sob medida para cada cliente? muito importante não ceder às facilidades excessivas e não deixar de ser o projetista, ou onde estaria a alma de suas pranchas? 


Complexo de Vira-latas   Brasil-Renata-1024x776   


Há também os shapers residentes que se renderam aos gringos… baixaram  a cabeça e aceitaram produzir pranchas de marcas internacionais em nome do dinheiro e da oportunidade de entrar nas lojas como marca de segunda linha. 

No Brasil prevalece a cultura de supervalorizar tudo o que vem de fora… shapers brasileiros residentes no exterior, como Xanadu, Zouvi e Cabianca, entre outros, já possuem o reconhecimento internacional… Mas os shapers brasileiros residentes, ao invés de aguardarem passivos que, em algum momento futuro, o mercado volte a nos favorecer, precisam investir na aquisição e no desenvolvimento de novas tecnologias e insumos que permitam aumentar sua competitividade em relação às lojas, que hoje detém aproximadamente 90% do mercado nacional. 


Pranchas de Loja 

50657_1HMV85ISlibVgIXEd-Gx4E30orQ9-d-RYhMytFxvFGE


Aqui uma questão digna de polêmica, mas a verdade seja dita: as pranchas gringas de loja  são cópias… sim, apenas cópias, feitas por licenciados, em escala industrial, através de máquinas e simplesmente não atendem as necessidades dos surfistas mais experientes, que buscam evoluir o seu surf, como os competidores e quem já possui maior grau de habilidade. São pranchas semi-padronizadas, disponíveis em número limitado de opções de tamanho, largura, espessura e litragem… nada que se compare ao trabalho desenvolvido quando você encomenda sua prancha diretamente com o shaper, à exemplo dos melhores surfistas do mundo.

Mas o fato é que o shaper brasileiro possui hoje um forte concorrente: as Lojas, que oferecem inúmeros modelos de pranchas, populares mundialmente, desenvolvidos pelos melhores shapers do mundo. Como o shaper brasileiro pode fazer frente a uma tão forte estratégia de marketing, associada ao complexo de vira-latas do brasileiro ? Como disputar o mercado com as lojas?  

Uma boa saída seria a possibilidade de oferecer aos seus clientes, um maior número de modelos, entre eles, os modelos internacionais encontrados nas lojas, seria uma maneira competitiva de disputar o mercado de pranchas com as Boardshops, que atualmente detém a maior fatia do mercado, em função da cultura brasileira valorizar as marcas estrangeiras, em detrimento do produto nacional… 


LOGO MASTER S3D


Uma boa saída seria a possibilidade de oferecer aos seus clientes, um maior número de modelos, entre eles, os modelos internacionais encontrados nas lojas, seria uma maneira competitiva de disputar o mercado de pranchas com as Boardshops, que atualmente detém a maior fatia do mercado, em função da cultura brasileira valorizar as marcas estrangeiras, em detrimento do produto nacional.

Com o objetivo de facilitar a vida do shaper, aumentar sua competitividade em relação às lojas e retomar a sua fatia de mercado, desenvolvi uma nova tecnologia que batizei com nome de “Masterização de Designs”. Ela permite ao shaper reproduzir qualquer modelo internacional disponível pela internet ou nas lojas, de forma totalmente customizada para cada cliente >>> Saiba Mais

Você sabe o que acontece nos bastidores do mundo do surfe hoje em dia ?

Vou contar….

Você garimpa um atleta, um novo talento, mesmo com poucas condições, oferece a ele uma prancha com o material top, a experiência, o conhecimento e até mesmo arriscando comprometer o orçamento de uma pequena fábrica e fazendo uma aposta muito alta em um trabalho de equipe….

Os resultados começam a aparecer e consequentemente a fama…

Em alguns momentos dessa fama e deslumbre, é esquecido como tudo começou, do trabalho em conjunto, no tempo que chegaram pra afinar e ajustar todo o equipamento, então depois de algumas vitórias, vendo amigos e colegas do circuito com pranchas gringas, tudo é jogado fora, todo aquele trabalho feito não vale mais de nada, porque a prancha é nacional, os amigos, colegas e adversários de circuito só usam pranchas gringas…

A mídia e o marketing é dos gringos…
O status…
O ego…

Hoje quando você propõe uma parceria com algum atleta, ele não sabe se aceita por já estar seduzido em usar uma marca gringa, até mesmo feita no Brasil, mas de seda gringa…

 

A Doctor Surf optou em realizar sonhos. Da criação de novos modelos, partiu para as pranchas personalizadas com peso, litragem, medida, cores, fotos ou desenhos, enfim, a prancha dos sonhos!! Uma prancha única, com a característica de cada cliente, e não uma série, mas sim a sua PRANCHA!!

Inove, seja Doctor Surf


SHAPER BIO

Henry Lelot

Perfil  Master Shaper Com mais de 40 anos de experiencia no surf, fundador da segunda Federação de Surf do Brasil (FESERJ), presidente e diretor de varias associações, formado em administração, pós-graduado em marketing (ESPM) e Psicologia esportiva (Estácio), certificado como instrutor e treinador de surf pela ISA/CBS, fundador da SBS (Sociedade Brasileira de Shapers), editor

TORNE-SE ASSOCIADO

OSurfe Club

Inspirado nos moldes australianos, nosso Surf Club (fundado em 2000) foi um dos primeiros espaços temáticos dedicados à cultura surf no Brasil e tem como objetivo compartilhar o amor ao Surf e promover a prática desportiva, a integração, a saúde, a formação para o trabalho e a cidadania > História O Primeiro Surf Club do Brasil

VENHA SURFAR NO RIO

Surf Hostel

Venha Surfar as Ondas do Rio O Rio Surf Hostel está localizado à 100 metros da praia da Macumba. Ao lado de praias não menos paradisíacas como a Reserva, Recreio, Prainha e Grumari, o local foi escolhido a dedo pelo Surfer/Shaper Henry Lelot, para desfrutar do verdadeiro “Surf Style” e compartilhar com você e seus amigos,

Aprenda a Surfar

Surf Lessons

Surf Lessons -Aprenda a Surfar Surfar significa estar em contato com a natureza, com Deus, consigo mesmo. É sentir se LIVRE, purificado, harmonizado e inteiramente em paz. É querer cada vez mais, é sentir cada vez mais, é VIVER. É inigualável e com certeza inexplicável. É sentido, escolha, é tudo. Surfar é arte, magia!    

TOP SURFERS

Surf Team

Top Surfers ao longo da história       Conheça os Top Surfers que já utilizaram nossas pranchas. Surf Riders 2017      Conheça a nova geração de atletas que fazem parte de nosso Team. Staff Técnico      Conheça os responsáveis pela seleção e orientação de nossos Atletas.  

Team Riders

Atletas que representam o clube

"Procuro atuar na seleção e formação de atletas que possuam o talento e a determinação necessários para juntos atingirmos grandes objetivos no mundo do surf e provar que nós, brasileiros, somos os melhores do mundo, tanto dentro quanto fora d'água". Mestre Lelot Ulisses Vinicius  O Melhor Tube Rider Sub 12 do Mundo  Ulisses Vinicius ou simplesmente

Aprenda a Fazer Pranchas

MBA Pro Shape & Glassing

Aprenda a Fazer Pranchas... Realize o sonho de fazer suas próprias pranchas de Surfe, Kite Surf e Stand Up Paddle. Ao longo das duas últimas décadas, mais de 1.200 artesãos já se capacitaram em nossos cursos profissionalizantes que têm sido referência no Brasil e no exterior. Entre eles, muitos já chegaram ao sucesso no mercado,

HIGH TECNOLOGY

A Mais Avançada Tecnologia de Shape

A Evolução do Shape3D Esta versão avançada do software Shape3D representa o futuro e pode ser considerado o sistema de shape mais evoluído do mundo das pranchas na atualidade. Chega para facilitar a vida do Shaper e aumentar a sua competitividade em relação à concorrência, sobretudo em relação às pranchas gringas disponíveis nas lojas, que

BOARDSHOP

Stock Boards

✈️Frete Grátis para todo o Brasil  ✈️ Confira abaixo, as Pranchas Novas e Seminovas que temos em estoque para entrega imediata e conte com o auxílio do Master Shaper Henry Lelot, para encontrar a prancha ideal para o seu Perfil:    21 98891-0267     Fun 7'8 - Aprenda a Surfar  ✈️✈️✈️ Fish 5'7 - Diversão

ENCOMENDE SUA PRANCHA

CALCULO DE VOLUME

Calcule a Litragem Ideal

A Litragem é a medida de Volume em litros, calculada de acordo com as medidas de altura, largura e espessura de prancha. Hoje em dia a maioria dos Shapers relacionam as medidas das pranchas com o volume, normalmente ele vem ao final da medida com indicativo de L (litro) ao lado. Por exemplo: Prancha Wave Killer

FICHA DE ENCOMENDA

Encomende Agora Mesmo

Favor preencher o máximo de informações: SURFER Nome Completo Altura Peso Calçado WhatsApp E-mail Cidade Estado Rio de Janeiro (RJ)Acre (AC)Alagoas (AL)Amapá (AP)Amazonas (AM)Bahia (BA)Ceará (CE)Distrito Federal (DF)Espírito Santo (ES)Goiás (GO)Maranhão (MA)Mato Grosso (MT)Mato Grosso do Sul (MS)Minas Gerais (MG)Pará (PA)Paraíba (PB)Paraná (PR)Pernambuco (PE)Piauí (PI)Rio de Janeiro (RJ)Rio Grande do Norte (RN)Rio Grande do Sul

Limited Edition Series

Limited Edition Series

Uma Série Especial de Pranchas  Trata-se de uma "Série Especial" de pranchas customizadas, limitada a apenas 10 unidades por mês, 100% handmade pelo "Cientista das Pranchas" e "Mestre das Plainas", Mestre Henry Lelot  > Shaper Bio  https://www.youtube.com/watch?v=9B8KZYnX400 Qualidade  Fora de Série As pranchas feitas na qualidade "LIMITED EDITION SÉRIES", são o resultado da fusão da verdadeira arte com as mais